Fridaycast 183 – Big Brother Brasil 21

1:02:29
 
Teilen
 

Manage episode 292508789 series 2083591
Von Fridaycast entdeckt von Player FM und unserer Community - Das Urheberrecht hat der Herausgeber, nicht Player FM, und die Audiodaten werden direkt von ihren Servern gestreamt. Tippe auf Abonnieren um Updates in Player FM zu verfolgen oder füge die URL in andere Podcast Apps ein.
Fridaycast 183 – O tema principal começa aos (3:25) Bancada: Cris Bertold, Carlos Anibale, Michel Gomes, Renata Oliveira e Renato Crozatti. Links Fridaycast: Instagram: instagram.com/fridaycast Twitter: twitter.com/fridaycastbr Facebook: facebook.com/fridaycast Participe do “Eu Tava Ali” e mande sua mensagem para o e-mail fridaycast@fridaycast.com.br ou por nossas redes sociais! Apoio: Edição: AudioTune - audiotune.com.br Arte de capa: Carlos Anibale - behance.net/anibalecarlos George Orwell foi um dos principais escritores britânicos do século passado. Entre outros livros, o jornalista escreveu os clássicos A Revolução dos Bichos e 1984. Se estivesse vivo, o que ele acharia de sua principal obra ser ligada a um reality show, feito unicamente para entreter com fofocas, brigas, situações calientes e tudo o mais que vira meme? Pois é. O conceito de Big Brother Brasil foi inspirado em 1984, livro distópico escrito no contexto do pós-guerra. Na obra de Orwell, temos uma sociedade liderada pelo Grande Irmão, que vigia a população com câmeras instaladas em todos os lugares, inclusive na casa das pessoas. Já no Big Brother, formato criado pela empresa holandesa Endemol, várias pessoas ficam confinadas por semanas a meses em uma casa completamente vigiada por câmeras. Eles precisam fazer provas para conseguir avançar no jogo, criar alianças com outros participantes e gerar brigas para o entretenimento de quem assiste. Parece ser um entretenimento fútil e que mais aliena do que qualquer outra coisa. Quem pensa assim pode não estar errado, apesar de em toda edição termos discussões sociais interessantes em relação ao programa. Mas em uma época em que nos sentimos todos presos por conta da pandemia, com incertezas em relação ao futuro e sem contatos sociais, o entretenimento mais raso e alienante pode ser justamente o que precisamos.

274 Episoden